Carnaval Sustentável: é possível?

Nós sabemos a quantidade de lixos gerados durante o carnaval pelas cidades de todo o Brasil. Em 2019 foram 649 toneladas de lixo recolhido pela prefeitura de São Paulo - de acordo com o R7. Apesar de temas como o uso de canudos de vidro e glitters biodegradáveis estarem em alta, existem diversos outros fatores que podem ajudar ou prejudicar o meio ambiente durante essa festa e durante todos os dias.


Quem nos acompanha no Instagram sabe que temos uma preocupação ambiental e tentamos cada vez em nosso dia a dia consumir e descartar de formas mais corretas! Por isso não poderia ser diferente durante o carnaval, afinal, você pode querer festejar sem deixar sua militância e preocupação de lado.


Por isso separamos alguns temas para te ajudar a ser mais consciente durante esse ano. Aproveite e compartilhe com a turma que irá foliar com você!


Bitucas

Hoje em dia está se tornando muito presente a discussão sobre o uso de plástico no dia a dia das pessoas, mas o problema vai além. Você sabia que nas praias e nos oceanos o principal tipo de lixo encontrado são as bitucas de cigarro?


Segundo o último relatório da ONG Ocean Conservancy, nas 32 limpezas realidas em todo o mundo, foram coletadas mais de 60 milhões de bitucas. Somente em 2017, foram tiradas das praias mais de 2,4 milhões de bitucas.


As bitucas levam mais de 10 anos para se decompor e, durante esse tempo, libertam diversas substâncias tóxicas que estavam retidas no filtro, como nicotina, chumbo e arsênico. Além disso, os resíduos de plástico muitas vezes são comidos por peixes, tartarugas e outros animais marinhos, causando grandes contaminações na cadeia alimentar. Chegando até nos seres humanos.


O vilão dos oceanos: a bituca de cigarro


Foi criada uma empresa chamada Bota Bituca, com o intuito de transformar o hábito de fumantes. É feita de PET reciclado no formato de um tubo de ensaio. Um cinzeiro portátil muito utilizado no Japão, Austrália e outros países, agora encontrado também no Brasil.


Nós te ensinamos a fazer um em casa, reciclando um potinho de chocolate, confira só:



Consumo Consciente

Apesar de ser muito divertido se fantasiar e comprar novos looks, você já pensou no impacto desse consumo? Você quer ou precisa mesmo comprar peças de roupas todo ano que só usará uma vez? As fantasias de carnaval à venda geralmente são feitas com muito material sintético, o qual demora muito tempo para se decompor, sem falar naquelas que são feitas de puro plástico. Inclusive o paetê é tão preocupante quanto os glitters.

Segundo dados levantados pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), o Brasil gera, por ano, 170 mil toneladas de lixo têxtil. Evite comprar de marcas de departamento que trocam de coleção todas as semanas, evite comprar roupas que você usará apenas no carnaval e evite materiais prejudiciais ao meio ambiente! Procure por marcas de slow fashion, pequenos produtores ou marcas sustentáveis.


Além disso as ações do seu Carnaval Sustentável devem ir além dos bloquinhos e começam antes mesmo da festa começar. Ao ir no mercado para comprar suas brejinhas sempre leve uma ecobag (ou leve qualquer bolsa/mochila mesmo, o que importa é não usar sacolinhas) e não compre descartáveis como copos e talheres plásticos (você e gasta menos água lavando louça do que na produção de plástico). Procure se preparar para ter sempre comidinhas para o pós role na sua hospedagem, assim você produz menos lixo comendo nas ruas! E se possível separe os lixos recicláveis. Nós sabemos que essa época do ano é bem quente, mas não esqueçam de desligar o ar ou ventilador quando saírem do hotel/casa, afinal pequenas ações contam sim!


Por isso criamos junto da Fauna Brazil uma coleção de peças feitas com consciência e materiais de reflorestamento e reciclagem para você curtir o carnaval, confira aqui!


Glitter

Segundo o biólogo marinho Cláudio Gonçalves, por serem microplásticos, esses produtos não são removidos tão facilmente no tratamento do lixo ou do esgoto – por mais que se filtre, decante, purifique a água antes de devolvê-la aos rios e mares, esse plásticos persistentes e minúsculos tendem a permanecer por lá, acabam contaminando o solo e o fundo dos rios e dos mares. Para piorar, eles também atrapalham a fotossíntese das algas – e podem ser ingeridos pela fauna aquática, seguindo pela cadeia alimentar até afetar a dieta dos humanos.


São contabilizados entre 15 a 51 trilhões de partículas encontradas nos oceanos, segundo um estudo de 2015 conduzido por pesquisadores do Imperial College London, de Londres. Os microplásticos representam 85% dos lixo plástico encontrado na natureza e levam centenas de anos para se decompor. Além disso, nos glitters convencionais muitos vão ingredientes nocivos à saúde, como dioxido de titânio, eritrosina, tartazina e petrolatos.


Há dois anos utilizamos os produtos da Blitter e amamos.


Tudo sobre Giltter Biodegradável


Itens reutilizáveis

Vocês sabem os motivos de se importar em reutilizar objetos como esse ao invés de escolher por descartáveis? Primeiramente o tempo de decomposição de um copo descartável, por exemplo, está entre 250 e 400 anos. Ou seja, muitas gerações passarão e o copo ainda existirá. A maioria acabam pelas ruas sujando a cidade, indo para esgoto e acabando nos rios e mares. O copo descartável é o resíduo sólido urbano menos reciclado ao redor do planeta. A maior causa disso é baixo custo de mercado. As empresas e cooperativas de reciclagem chegam a pagar até R$0,20 pelo kg do copo.

Segundo uma pesquisa recente feita pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), comprovou que usar copos descartáveis consome mais água que reutilizar copos. Isso porque para a produção de copos, é utilizado até 3 litros de água para cada copo, que é utilizado apenas uma vez e depois jogado no lixo.

Empresas como a @fenzbrazil criaram copos portáteis, retornáveis e lindos para ajudar nessa causa, por exemplo. Mas você pode reutilizar qualquer um que esteja parado em sua casa, levando para os bloquinhos, festas e até pra praia!


Vá de Lata

O movimento Vá de Lata já esta presente há um ano no Brasil para despertar maior consciência nos festeiros e não é atoa que concordamos:


"O Brasil é o país que mais recicla latas de alumínio no mundo, com um índice de reciclagem de 97,3%. O PET, por exemplo, tem uma taxa de 59%, seguido do vidro, com cerca de 47%. Isso significa que, quando descartada corretamente, a lata retorna às prateleiras em até 60 dias. A latinha acaba por subsidiar a coleta de outros materiais recicláveis, pois, na prática, o valor da sucata do alumínio é 26 vezes maior que o valor da sucata de vidro e 3 vezes maior que o valor pago na sucata de PET.

Além de ser a mais amiga do meio ambiente, ela é também a mais segura, pois não quebra, não fragmenta e protege o sabor da bebida. Por acreditar em um consumo com menos lixo e mais consciência, o movimento Vá de Lata dissemina informação e promove conscientização em seus canais de comunicação e em diversas ações pelo Brasil. Mas o movimento também está presente em outros países da América do Sul, como Chile e Argentina." - Thaís Moraes,  gerente de Comunicação e Relacionamento com as Comunidades da Ball Embalagens para Bebidas América do Sul.


Apesar da produção do alumínio não ser a mais ecológica, acaba sim, se tornando a melhor opção durante o Carnaval.


Lixo

Não podemos esquecer dos dados alarmantes de lixos deixados nas ruas das cidades. Não é trabalho exclusivo do governo recolher esse tipo de lixo e sim uma obrigação social de cada um. O que você deixa para trás nos blocos pode entupir bueiros e ajudar em enchentes que levam casas de diversas famílias, pode parar nos oceanos destruindo nossa fauna e além do mais é questão de educação básica.


Jeitos simples de descartar seu lixo durante a folia é guarda-lo dentro do seu cooler, levar algumas sacola/mochila para ser o lixo da sua turma ou apenas carregar até encontrar uma lixeira!


Agora que você está pronto já pode colocar sua fantasia, tacar glitter biodegradável e partiu!


34 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Instagram Icon
  • Playlist Largados
LargadosNoMundao_logo_RGB_branco.png