Roteiro Cananéia - Ilha do Cardoso! Onde ir e onde comer no litoral sul paulista!

Atualizado: Abr 23

Praias desertas, trilhas na Mata Atlântica, arqueologia e golfinhos! Isso tudo no litoral sul paulista. Ambientes rústicos, quase no Paraná, é o destino perfeito para quem quer desacelerar, se desligar e ter uma conexão maior com a natureza. Veja aqui onde ir e comer.


Durante o Feriado da Páscoa, na quinta-feira de noite, pegamos o carro e fomos em direção ao Sul, para cidade de Cananéia, situada a 4hrs de distância de São Paulo, capital. Estradas boas até a aproximação da cidade, onde encontramos uma estrada esburacada e bem escura.

Nossa estadia foi em uma pousada bem próxima do centro e perto da saída dos barcos para a Ilha do Cardoso.


A cidade é bem calma e pequena, porém durante a noite existe vida noturna, com samba ao vivo, bares e restaurantes. Existem boas e várias opções de restaurantes no centrinho, além da Igreja histórica. Aliás, curiosidade: Cananéia foi a primeira cidade do Brasil!


O que fazer?


Praia da Pereirinha

Em nosso primeiro dia, acordamos cedo e pegamos um barco para uma das praias mais famosas da Ilha do Cardoso: Praia do Pereirinha! Conhecida pela presença dos golfinhos! Demoramos 20 minutos para chegar e pagamos 40 reais por pessoa! Durante todo percurso vimos vários golfinhos e o ecossistema dos mangues.


Os barcos voltam para buscar em três horários: 15hrs, 16hrs e 17hrs, você escolhe o horário entre esses que quer voltar.


Em questão de quilometragem, a praia é bem pequena, possui dois restaurantes e vimos apenas um quiosque. Na praia saem Tours com trilhas, um mirante e ruínas históricas por apenas 10 reais. A praia fica um pouco cheia perto dos restaurantes, porém tem uns cantinhos para os que gostam da paz!


Importante se atentar a época, fomos durante a lua cheia e a maré subia muito cedo, cobrindo quase que totalmente a praia! Sinceramente, em nossa opinião, a praia é boa para relaxar, mas não é uma das mais bonitas! O mar nessa área é bem calmo, porém devido ao encontro do rio a cor da água é bem escura, tons de marrom!



Complexo Marujá

A única área da Ilha que possui hospedagem e moradores. Pagamos 120 reais por pessoa para atravessar, demoramos 1 hora. Com toda certeza o percurso até a Ilha foi mil vezes mais bonito que a própria praia, vimos golfinhos e aves maravilhosas! Ao chegar no Complexo, parecia uma comunidade daqueles filmes de sobreviventes, muito interessante! Vimos muita gente jogando bola, relaxando nas cangas e comendo! Passamos em frente as poucas pousadinhas e atravessando algumas árvores, chegamos na Praia!


Ficamos um pouco decepcionados com a aparência da praia, ela parecia muito praias do litoral norte como Boracéia e Riviera de São Lourenço, praias grandes com areias retas, estávamos esperando uma praia com mais cara de Ilha, algo mais paradisíaco, e claro, pelo preço que pagamos e o tempo que ficamos na praia, não valeu a pena, além da quantidade de lixo presente na areia, sendo que a área (tecnicamente) é protegida.


Nosso maior conselho: se for para visitar a Ilha se hospede lá, ficar indo e vindo é caro e não vale a pena.

Nossa experiência não foi de tirar o fôlego, porem conhecemos pessoas que tiveram experiências melhores, viajar é sempre assim, cada um com seu momento, com sua perspectiva e seu gosto! Vamos deixar aqui algumas dicas que nos passaram e algumas coisas que reparamos e que se soubéssemos antes, nossa viagem teria sido planejada de outro modo.


Onde comer:


Espetinhos Beira Mar

Ao voltarmos do passeio da praia do Pereirinha no primeiro dia, decidimos forrar a barriga na Avenida Beira Mar e por sorte fomos ao Espetinhos Beira Mar. Com um conceito de que "comer bem não custa caro" o restaurante faz jus ao conceito, com pratos variados de peixes, carnes, frutos do mar e porções a média de preço é acessível com pratos por volta de R$25 reais. Sabemos que não apenas o prato segura o cliente, por isso fomos super bem atendidos pelos funcionários que eram carismáticos e atenciosos, além de nos darem informações sobre a cidade de Cananéia.


Doceria Annalu

Localizada perto da Avenida Beira Mar, melhor dizendo, junto ao posto de gasolina da cidade na principal avenida fica a Doceria Annalu, uma pequena doceria artesanal com uma grande diversidade de doces como brigadeiros de mousse, de limão siciliano, brownies, sorvetes e muito mais. Caso você esteja com aquela vontade de um docinho, a Annalu oferece tudo e mais um pouco para você!


Para mais conteúdo dessa viagem acesse os destaques em nosso Instagram e assista o vídeo!





129 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Instagram Icon
  • Playlist Largados
LargadosNoMundao_logo_RGB_branco.png