Safári online: será que os animais africanos estão protegidos durante a quarentena? Como ajudar?

Atualizado: Mai 8

Nós, amantes da natureza, apesar do triste cenário, ficamos felizes com o respiro da natureza e como ela se mostrou poderosa nos últimos meses durante o isolamento social. Vimos golfinhos em Veneza, tartarugas em rios antes poluídos, antílopes pelas ruas da Europa e muito mais. Infelizmente o cenário na África não é o mesmo. 


A falta de turistas e de empregos (são destinos que dependem totalmente do turismo) fez com que, durante a quarentena, o aumento de caça e contrabando tivesse um aumento expressivo. 


"A caça vai crescer na ausência do turismo porque a mera presença dos visitantes é uma importante forma de prevenção." Diz Dereck Joubert, fundador da Great Plains Conservation.


África do Sul: tudo o que você precisa saber antes de ir!


Locais como o Parque Nacional Kruguer dificultam a entrada desses caçadores, porém em áreas menos protegidas não existe como proteger e controlar essa situação. O único ponto positivo, nesse sentido, é que o turismo de caça esportiva também não pode chegar nos países. 


Os principais animais buscados pelos caçadores são os rinocerontes, devido aos chifres, os elefantes, guepardos e leões

"Os turistas que fazem Safari financiam reservas que protegem os animais, além de que sempre estarem fazendo seus passeios cria uma rede de proteção, no sentido de que sempre tem gente no parque. E até mesmo alguns funcionários dos parques nacionais e reservas que perdem seus empregos continuam tendo que prover para suas famílias, e como conhecem bem os parques, muitos começam a caçar." Diz Leonardo Cavazzana, fotógrafo da vida animal e parceiro da Rhino Trust Foundation (Namíbia).


Turismo Sustentável: o que é + 8 dicas para praticar!


Como ajudar?

Organizações, como a Nature Conservancy, já se movimentam em projetos para a arrecadação, confira aqui! Ou como a Gamewatchers Safaris, que criou o Adopt an Acre, cujos fundos arrecadados vão para pagamento as taxas de conservação, proteção das terras e criação de renda para as comunidades.


Até mesmo pessoas físicas estão ajudando, como o fotógrafo Leonardo Cavazzana que está transferindo todo o seu lucro sob a vendas de suas fotos da vida selvagem para a Rhino Trust Foundation, confira os prints para compra aqui.


Safári Online

Felizmente, temos notícias positivas também: a &Beyond, rede que possui mais de 29 lodges de luxo por toda a áfrica criou um Safári virtual ao vivo! Os passeios acontecem nas reservas Ngala e Djuma, e são transmitidas pelo YouTube e pelo Facebook, diariamente em dois horários: 1h às 4h da madrugada e das 10h30 às 13h30 (horário de Brasília). Confira mais no Instagram! 

Como fazer minha mala para um Safári?


Kruger Explorer

O Parque Nacional Kruguer, da África do sul, disponibilizou um aplicativo chamado Kruguer Explorerpara aqueles que querem conhecer os animais selvagens, os habitats e toda a natureza no conforto e segurança de casa.  


Confira também: 6 curiosidades sobre a África do Sul!



42 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca ícone do YouTube
  • White Instagram Icon
  • Playlist Largados
LargadosNoMundao_logo_RGB_branco.png